Mudança de postura? Veja o que esperar da próxima reunião do Banco do Japão

Investing.com
Atualizado em 13/06/2024 02:20
Mitrade Team
coverImg
Fonte: DepositPhotos

Investing.com - O Banco do Japão (BOJ) deve manter inalterada sua taxa de juros de referência ao término de uma reunião nesta sexta-feira. No entanto, analistas antecipam que o banco central possa endurecer a política monetária ao diminuir o volume de compra de títulos.

A expectativa é que o BOJ conserve sua taxa de juros de curto prazo em 0,1%.

Em março, pela primeira vez em 17 anos, o banco central aumentou as taxas, retirando-as do patamar negativo, motivado por uma projeção de inflação elevada para 2024. Esse movimento foi largamente influenciado pela expectativa de aumento salarial, após sindicatos obterem reajustes significativos para o ano.

O BOJ também finalizou seu programa de controle da curva de rendimentos e anunciou que iniciará a redução das compras de títulos ainda este ano.

Contudo, desde março, os índices de inflação no Japão têm sido predominantemente abaixo do esperado, o que suscita dúvidas sobre a capacidade do banco central de apertar ainda mais a política monetária.

A economia japonesa também sofreu uma contração no primeiro trimestre, o que reforça a necessidade de políticas de estímulo no curto prazo.

Acredita-se que isso restrinja as possibilidades do BOJ de endurecer a política, o que tem alimentado a expectativa de que, embora mantenha as taxas estáveis, o banco central buscará outros métodos para restringir a política monetária.

Analistas da Evercore projetam que o BOJ reduzirá suas compras mensais de títulos de 6 trilhões de ienes para 5 trilhões de ienes.

“Estimamos que o Conselho anunciará que, conforme as condições de mercado, é provável que as compras sejam ainda mais diminuídas nos próximos trimestres, embora não se preveja um compromisso com um cronograma específico de redução.”

Compras reduzidas de títulos sinalizam uma diminuição da liquidez injetada na economia japonesa, resultando em um aperto das condições monetárias.

Quando, finalmente, o BOJ elevará os juros?

Embora se espere que o BOJ caminhe em direção à normalização da política monetária com a redução progressiva das compras de títulos, há divergências entre os analistas sobre o momento do próximo aumento das taxas.

A Evercore prevê um aumento entre julho e outubro, o que poderia elevar as taxas japonesas para 0,25%. Dependendo da inflação e da situação econômica do Japão, o BOJ poderia elevar as taxas para 0,75% até meados de 2025.

Outras instituições financeiras têm visões distintas sobre o BOJ. O ANZ sugeriu em um relatório recente que o BOJ poderia aumentar as taxas já em junho, apontando para a recente desvalorização do iene. O governador Kazuo Ueda alertou que qualquer risco inflacionário decorrente de um iene enfraquecido poderia levar o BOJ a elevar as taxas.

O UBS prevê que o BOJ começará a aumentar as taxas somente em outubro, mas não descarta uma elevação surpresa em julho.

Por sua vez, o Credit Agricole (EPA:CAGR) indicou em um comunicado recente que não espera um aumento das taxas pelo BOJ até 2025, devido à fragilidade da economia japonesa. No entanto, ainda se prevê que o banco central reduza o ritmo de compras de títulos.

Isenção de responsabilidade: este artigo representa apenas a opinião do autor e não pode ser usado como consultoria de investimento. O conteúdo do artigo é apenas para referência. Os leitores não devem tomar este artigo como base para investimento. Antes de tomar qualquer decisão de investimento, procure orientação profissional independente para garantir que você entenda os riscos.

 

Os Contratos por Diferença (CFDs) são produtos alavancados que podem resultar na perda de todo o seu capital. Esses produtos não são adequados para todos os clientes; por favor, invista com rigor. Consulte este arquivo para obter mais informações.


Você achou este artigo útil?
Artigos Relacionados
placeholder
Euro: 3 cenário podem fazer moeda única se desvalorizar frente ao dólarInvesting.com – O euro manteve-se estável em uma faixa de negociação estreita frente ao dólar durante grande parte de 2023. Analistas do UBS projetam que essa estabilidade pode continuar na segunda me
Autor  Investing.com
Investing.com – O euro manteve-se estável em uma faixa de negociação estreita frente ao dólar durante grande parte de 2023. Analistas do UBS projetam que essa estabilidade pode continuar na segunda me
placeholder
Volatilidade nestas moedas estaria relacionada a mudanças políticas e monetáriasInvesting.com – Política e decisões monetárias vêm trazendo volatilidade a diversas moedas, entre elas o euro, franco suíço e o iene japonês. Enquanto as eleições francesas enfraquecem o euro e fortal
Autor  Investing.com
Investing.com – Política e decisões monetárias vêm trazendo volatilidade a diversas moedas, entre elas o euro, franco suíço e o iene japonês. Enquanto as eleições francesas enfraquecem o euro e fortal
placeholder
Anúncio da autoridade monetária japonesa deve enfraquecer o iene – Julius BaerInvesting.com – Após decisão da autoridade monetária japonesa de manter os juros em 0,10%, tendo abandonado anteriormente a política ultrafrouxa com taxas negativas, a percepção com o fim das compras
Autor  Investing.com
Investing.com – Após decisão da autoridade monetária japonesa de manter os juros em 0,10%, tendo abandonado anteriormente a política ultrafrouxa com taxas negativas, a percepção com o fim das compras
placeholder
Investidores americanos estão perdendo o controle do dólar - BofAInvesting.com - Os investidores americanos estão perdendo o controle sobre sua própria moeda, conforme análise do Bank of America (NYSE:BAC) Securities, com o aumento da demanda externa sendo o princi
Autor  Investing.com
Investing.com - Os investidores americanos estão perdendo o controle sobre sua própria moeda, conforme análise do Bank of America (NYSE:BAC) Securities, com o aumento da demanda externa sendo o princi
placeholder
Juros na Europa: estes são os próximos passos do BCE na visão da ShrodersInvesting.com - O Banco Central Europeu deve realizar o primeiro corte de juros na reunião destes mês, seguido de mais três cortes de 25 pontos-base até o final do ano, na visão de Azad Zangana, econo
Autor  Investing.com
Investing.com - O Banco Central Europeu deve realizar o primeiro corte de juros na reunião destes mês, seguido de mais três cortes de 25 pontos-base até o final do ano, na visão de Azad Zangana, econo