França pode estar a caminho de “difícil retorno à realidade” – ING

Investing.com
Atualizado em 24/06/2024 02:51
Mitrade Team
coverImg
Fonte: DepositPhotos

Investing.com – Com déficits fiscais robustos e dívida elevada, o que compromete o potencial de crescimento, o cenário econômico é complicado para a França, que realiza eleições a partir do final deste mês, sendo que partidos com visões opostas pretendem equalizar estes problemas – ou pelo menos mitigá-los. Relatório divulgado pelo ING Economics nesta semana afirma que a França “pode estar caminhando para um difícil retorno à realidade”.

“Não é de surpreender que a Comissão Europeia proponha colocar a França (juntamente com outros quatro países) sob Procedimentos de Défice Excessivo (PDE)”, ressalta o ING, ao acreditar que a situação política do país deve ser complicada e os indicativos não sugerem a nomeação de um primeiro-ministro favorável ao presidente.

“Qualquer desejo de romper com o passado irá provavelmente esbarrar na realidade dos números. E isto poderá acontecer muito rapidamente, uma vez que se espera que o Conselho Europeu confirme a proposta da Comissão de colocar a França sob o PDE até meados de julho, e o país terá de propor uma trajetória de ajuste fiscal até 20 de setembro”, completa o ING.

Eleições na França

As eleições legislativas devem escolher, entre 30 de junho e 7 de julho, os 577 deputados que vão atuar no Parlamento francês. O partido União Nacional, de extrema direita, lidera as pesquisas até o momento.

O União Nacional ainda não publicou um programa orçamentário com detalhes, mas Jordan Bardella avalia ser necessário ter uma postura de racionalidade e realizar uma auditoria nas finanças, incluindo no sistema de segurança social de França, antes de realizar medidas mais robustas.

O bloco do atual primeiro-ministro, Gabriel Attal, tende a indicar no seu programa, que deve ser divulgado na próxima semana, temas voltados à busca de maior equilíbrio nas contas públicas, com medidas para elevar a arrecadação e corte de gastos.

O primeiro-ministro é nomeado pelo presidente da França, mas requer maioria na Assembleia Nacional para governar.

“Se os deputados apresentarem e votarem uma moção de censura contra o governo, o primeiro-ministro é obrigado a demitir-se. O presidente pode “contra-atacar” declarando uma nova dissolução da Assembleia. Mas atenção, isso não pode ser feito no prazo de um ano após o anterior (junho de 2025)”, esclarece o ING.

No início deste mês, o presidente francês, Emmanuel Macron, anunciou que dissolveria o parlamento da França e convocaria eleições legislativas, depois de derrota nas eleições europeias pelo partido de extrema-direita de Marine Le Pen.

Isenção de responsabilidade: este artigo representa apenas a opinião do autor e não pode ser usado como consultoria de investimento. O conteúdo do artigo é apenas para referência. Os leitores não devem tomar este artigo como base para investimento. Antes de tomar qualquer decisão de investimento, procure orientação profissional independente para garantir que você entenda os riscos.

 

Os Contratos por Diferença (CFDs) são produtos alavancados que podem resultar na perda de todo o seu capital. Esses produtos não são adequados para todos os clientes; por favor, invista com rigor. Consulte este arquivo para obter mais informações.


Você achou este artigo útil?
Artigos Relacionados
placeholder
Juros na França podem disparar com impasse político?Investing.com - O principal índice acionário francês, o CAC 40, registrou uma queda de 1,56% ao final do dia de ontem, marcando sua pior performance diária desde o anúncio do presidente Emmanuel Macro
Autor  Investing.com
Investing.com - O principal índice acionário francês, o CAC 40, registrou uma queda de 1,56% ao final do dia de ontem, marcando sua pior performance diária desde o anúncio do presidente Emmanuel Macro
placeholder
Trump x Biden: como as ações de tecnologia reagiriam em cada cenário de vitória?Investing.com – Faltando apenas cinco meses para as eleições presidenciais nos EUA, os investidores já começam a avaliar como uma possível vitória de Biden ou Trump poderia impactar as ações de tecnol
Autor  Investing.com
Investing.com – Faltando apenas cinco meses para as eleições presidenciais nos EUA, os investidores já começam a avaliar como uma possível vitória de Biden ou Trump poderia impactar as ações de tecnol
placeholder
Início de corte de juros nos EUA deve iniciar em setembro, afirma GoldmanInvesting.com – O Goldman Sachs (NYSE:GS) demonstrou confiança no início da flexibilização monetária nos Estados Unidos a partir de setembro, após analisar as declarações feitas por Jerome Powell, pre
Autor  Investing.com
Investing.com – O Goldman Sachs (NYSE:GS) demonstrou confiança no início da flexibilização monetária nos Estados Unidos a partir de setembro, após analisar as declarações feitas por Jerome Powell, pre
placeholder
Nubank no México deve ser lucrativo em 2025 e na Colômbia em 2026, estima GoldmanInvesting.com – Com expectativa de expansão em outros mercados americanos, o Nubank vem ampliando suas operações para conquistar mais clientes fora do Brasil. A expectativa é de que as operações no Mé
Autor  Investing.com
Investing.com – Com expectativa de expansão em outros mercados americanos, o Nubank vem ampliando suas operações para conquistar mais clientes fora do Brasil. A expectativa é de que as operações no Mé
placeholder
Inflação ao consumidor nos Estados Unidos contraria projeções e recua em junhoInvesting.com – A inflação americana medida pelo Índice de Preços ao Consumidor (IPC) recuou 0,1% em junho, contrariando projeção de alta de 0,1%, após ter apresentado estabilidade no mês anterior. As
Autor  Investing.com
Investing.com – A inflação americana medida pelo Índice de Preços ao Consumidor (IPC) recuou 0,1% em junho, contrariando projeção de alta de 0,1%, após ter apresentado estabilidade no mês anterior. As
Cotação em Tempo Real