4 cenários para monitorar nas eleições da França, segundo o UBS

Investing.com
Atualizado em 19/06/2024 01:56
Mitrade Team
coverImg
Fonte: DepositPhotos

Investing.com - Na semana passada, as ações francesas sofreram uma forte queda, com o índice CAC 40 recuando 6%, a maior desvalorização semanal desde março de 2022, impulsionada pelo anúncio da dissolução da Assembleia Nacional e a convocação de novas eleições legislativas.

Na última segunda-feira, 17, o UBS publicou um relatório analisando o contexto político atual. Segundo o banco, a perspectiva de uma vitória do partido de extrema direita Unidade Nacional, que promete elevar os gastos públicos, tem gerado preocupações nos mercados, afetando negativamente ações e títulos.

Além disso, o UBS destacou que, na última semana, a diferença entre os rendimentos dos títulos governamentais franceses e alemães de 10 anos alcançou o maior alargamento desde o final de 2011, em meio à crise da dívida europeia.

Os analistas do UBS também consideraram o resultado das eleições como incerto e apresentaram quatro cenários possíveis para orientar os investidores sobre as potenciais reações do mercado:

  1. Maioria absoluta do Unidade Nacional: Permitiria ao partido nomear um primeiro-ministro e aprovar legislações com mais facilidade, priorizando políticas que aumentam o poder de compra, financiadas pelo corte de gastos sociais associados à imigração.

  2. Maioria relativa do Unidade Nacional: Resultaria em uma coabitação complicada, com o presidente nomeando um primeiro-ministro do partido, o que poderia levar a um impasse político e a poucas mudanças efetivas.

  3. Frente Popular como maior partido: Sem maioria absoluta, também se espera um impasse, com o partido planejando reverter reformas previdenciárias e trabalhistas recentes e aumentar os gastos com aposentadoria e poder de compra.

  4. Macron mantém a maioria relativa: Continuaria enfrentando desafios para aprovar leis sem formar alianças.

Por fim, o UBS alertou que, independentemente do cenário que prevaleça, a situação fiscal da França permanecerá desafiadora devido às regras da União Europeia, que limitam significativamente a flexibilidade fiscal do governo.

Isenção de responsabilidade: este artigo representa apenas a opinião do autor e não pode ser usado como consultoria de investimento. O conteúdo do artigo é apenas para referência. Os leitores não devem tomar este artigo como base para investimento. Antes de tomar qualquer decisão de investimento, procure orientação profissional independente para garantir que você entenda os riscos.

 

Os Contratos por Diferença (CFDs) são produtos alavancados que podem resultar na perda de todo o seu capital. Esses produtos não são adequados para todos os clientes; por favor, invista com rigor. Consulte este arquivo para obter mais informações.


Você achou este artigo útil?
Artigos Relacionados
placeholder
Juros na França podem disparar com impasse político?Investing.com - O principal índice acionário francês, o CAC 40, registrou uma queda de 1,56% ao final do dia de ontem, marcando sua pior performance diária desde o anúncio do presidente Emmanuel Macro
Autor  Investing.com
Investing.com - O principal índice acionário francês, o CAC 40, registrou uma queda de 1,56% ao final do dia de ontem, marcando sua pior performance diária desde o anúncio do presidente Emmanuel Macro
placeholder
Trump x Biden: como as ações de tecnologia reagiriam em cada cenário de vitória?Investing.com – Faltando apenas cinco meses para as eleições presidenciais nos EUA, os investidores já começam a avaliar como uma possível vitória de Biden ou Trump poderia impactar as ações de tecnol
Autor  Investing.com
Investing.com – Faltando apenas cinco meses para as eleições presidenciais nos EUA, os investidores já começam a avaliar como uma possível vitória de Biden ou Trump poderia impactar as ações de tecnol
placeholder
Início de corte de juros nos EUA deve iniciar em setembro, afirma GoldmanInvesting.com – O Goldman Sachs (NYSE:GS) demonstrou confiança no início da flexibilização monetária nos Estados Unidos a partir de setembro, após analisar as declarações feitas por Jerome Powell, pre
Autor  Investing.com
Investing.com – O Goldman Sachs (NYSE:GS) demonstrou confiança no início da flexibilização monetária nos Estados Unidos a partir de setembro, após analisar as declarações feitas por Jerome Powell, pre
placeholder
Nubank no México deve ser lucrativo em 2025 e na Colômbia em 2026, estima GoldmanInvesting.com – Com expectativa de expansão em outros mercados americanos, o Nubank vem ampliando suas operações para conquistar mais clientes fora do Brasil. A expectativa é de que as operações no Mé
Autor  Investing.com
Investing.com – Com expectativa de expansão em outros mercados americanos, o Nubank vem ampliando suas operações para conquistar mais clientes fora do Brasil. A expectativa é de que as operações no Mé
placeholder
Inflação ao consumidor nos Estados Unidos contraria projeções e recua em junhoInvesting.com – A inflação americana medida pelo Índice de Preços ao Consumidor (IPC) recuou 0,1% em junho, contrariando projeção de alta de 0,1%, após ter apresentado estabilidade no mês anterior. As
Autor  Investing.com
Investing.com – A inflação americana medida pelo Índice de Preços ao Consumidor (IPC) recuou 0,1% em junho, contrariando projeção de alta de 0,1%, após ter apresentado estabilidade no mês anterior. As